0 Ítens

Subtotal: R$ 0,00


Nenhum produto no carrinho.

Escolha uma Página

Anardana – Zip Pouch – 20g

R$ 20,00

REF: ER0031103 Categorias: ,

Descrição

Anardana

Origem:

A anardana (Punica granatum), semente da romãzeira é nativa da Pérsia, onde era cultivada ao menos à 4 mil anos atrás, e era conhecida pelos antigos egípcios e mais tarde pelos romanos. Entretanto, o uso das sementes secas (Anardana do Persa: anar dana, romã sementes) provém da culinária indiana e paquistanesa.

Características:

Quando seco, anardana é extremamente pegajoso e tem um delicioso sabor frutado e picante, tornando-os um substituto ideal para o tamarindo. Para se fazer anardana, as sementes são secas com a polpa pro lado de fora. Não é viável triturar anardana em nada além de um mortar e pilão, a viscosidade residual na superfície das sementes vai obstruir o moedor de especiaria, pimenta ou coffee.

Uso culinário:

As sementes são adicionadas aos molhos e são especialmente adequadas servidas com frango e marisco. Eles podem ser colocados em saladas de frutas e em pavlova (uma sobremesa de merengue, frutas e cremes). Anardana pode ser embebida em água como o tamarindo e o líquido usado como agente de abastecimento, ou as sementes são esmagadas em um mortar e pilão e, em seguida, polvilhadas diretamente em alimentos para uma elevação da acidez. Estas sementes são separadas do fruto, secas por 10-15 dias e usadas como agente ácido para a preparação de chutney e curry.

História/Curiosidades:

A romã é mencionada no Cântico de Salomão da bíblia; Muhammad se refere a ela no Koran, e ainda é usada em algumas cerimonias judaicas. Está no Papiro Ebers, cresceu nos jardins suspensos da Babilônia e fez parte da decoração dos pilares do templo do rei Salomão. O mito de Perséfone, a deusa do submundo, apresenta destaque à romã. Em uma versão da mitologia grega, Perséfone foi sequestrada por Hades e foi levada para viver no submundo como sua esposa. Nos tempos modernos, a romã ainda possui fortes significados simbólicos para os gregos. Em dias importantes no calendário ortodoxo grego, como a Apresentação da Virgem Maria e no dia de Natal, é tradicional ter na mesa de jantar polysporia, também conhecida pelo nome antigo panspermia, em algumas regiões da Grécia. Quando se compra uma casa nova, é convencional para um convidado da casa para trazer como um primeiro presente uma romã, que é colocada sob/perto do ikonostasi (altar de casa) da casa, como símbolo de abundância, fertilidade e boa sorte.

Informação adicional

Peso 0.02 kg
Dimensões 16 × 11 × 4 cm
WhatsApp chat